logo

sexta-feira, 14 de julho de 2017

[segurança] Helicóptero da Secretaria de Segurança do RN está parado há 73 dias por falta de manutenção


Além do baixo efetivo policial e de uma infraestrutura completamente sucateada, há exatos 73 dias, a Segurança Pública do Rio Grande do Norte está com mais uma defasagem.

O helicóptero Potiguar 1 está sem condições de voo desde o dia 1º de maio.

O modelo Equilo 350 R-2, fabricado pela Helibras – Helicópteros do Brasil S.A — deixou de ser utilizado em função de uma peça quebrada, mas se manteve recolhida ao hangar também pelo atraso nos repasses financeiros necessários aos serviços de manutenção preventiva periódica.

No dia 9 de abril, a aeronave não pode ser usada na busca aos bandidos que tentaram assaltar um carro-forte no estacionamento do Banco do Brasil, em Neópolis, porque estava em manutenção.

[segurança] Um mês antes de ser morta em roubo a carro-forte, refém desabafou: 'Natal está entregue aos bandidos'


A cabeleireira e barbeira Micaela Ferreira Avelino, de 26 anos, que foi feita refém e morreu após ser baleada em uma tentativa de assalto a um carro-forte na tarde desta quinta-feira (13) em um shopping em Nova Parnamirim, na Grande Natal, havia mudado a barbearia de local recentemente. O motivo? Insegurança. "Natal está entregue aos bandidos! Não existe mais segurança pública. Os bandidos que estão mandando nessa cidade", desabafou a jovem em uma rede social, cerca de um mês atrás.

Mica, como gostava de ser chamada, havia sido assaltada há 20 dias. Segundo familiares, ladrões fizeram um arrastão no salão e levaram todos os pertences dos clientes e funcionários. Com medo da violência, ela decidiu mudar a barbearia de lugar, que estava funcionando no novo endereço há apenas dois dias. "Era o sonho dela", disse uma amiga da jovem.

Consternados, familiares e amigos contaram que ainda não foi possível entender o que aconteceu. "A ficha não caiu ainda", disse uma tia da jovem. A família, que ainda não divulgou as informações sobre o velório e o enterro do corpo da jovem, quer saber de onde partiu o tiro que matou a jovem.

[segurança] Ladrão morto em tentativa de assalto a carro-forte na Grande Natal era fugitivo de presídio

O assaltante morto durante a tentativa de assalto a um carro-forte na tarde desta quinta-feira (13), em Nova Parnamirim, era foragido da Penitenciária Estadual de Parnamirim desde dezembro de 2016. Uma mulher usada pelos criminosos como escudo humano foi baleada na cabeça e também morreu.

Wallyson Phillip Melo Costa fugiu da unidade, que fica na região metropolitana de Natal, no dia 18 de dezembro do ano passado com outros 18 detentos. A informação é confirmada pela direção do presídio.

O homem era um dos integrantes da quadrilha que tentou assaltar o carro-forte em Nova Parnamirim. De acordo com o Comando do Policiamento Metropolitano da Polícia Militar, os assaltantes estavam em um veículo modelo Duster. Eles entraram em um shopping na esquina da Abel Cabral com a avenida Ayrton Senna e ficaram aguardando a chegada dos vigilantes com os malotes.

Quando os vigilantes chegaram, os criminosos pegaram pessoas como reféns. Wallyson saiu com a mulher de dentro de uma barbearia e os dois foram atingidos no tiroteio.

A cabeleireira e barbeira Micaela Ferreira Avelino, de 26 anos, morreu no Hospital Walfredo Gurgel. Familiares de Micaela contaram que a barbearia que a jovem trabalhava havia mudado para o shopping recentemente, pois tinha sido alvo de assaltantes no antigo ponto.

Fonte: G1RN

[política] Prefeito de Apodi enfrenta primeira licitação deserta do seu governo

O prefeito de Apodi, Alan Silveira, conquistou a primeira licitação deserta em seu governo após 7 meses que assumiu o cargo.

O resultado da Chamada Pública para fornecimento de água potável destinada ao consumo humano, com comprovação de análise microbiológica, para atendimento às comunidades carentes, bem como às escolas do município foi divulgado hoje.

A comissão de licitação divulgou o resultado e já convocou uma nova chamada pública que está marcada para o dia 24 de julho deste ano.

O resultado é um choque para a administração que vem recebendo bons valores monetários das fontes de recursos municipais, estaduais e federais. Diferente da gestão anterior que passou por forte crise econômica.

O ex-prefeito e Apodi obteve diversas licitações desertas.

[polícia] Policial militar do RN é preso suspeito de estuprar criança de 10 anos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) cumpriram mandado de prisão contra um policial militar de 41 anos suspeito de estupro. A prisão foi feita nesta quinta-feira (13), na cidade de Parnamirim.

A vítima, uma criança de 10 anos, contou à polícia que os abusos sexuais ocorriam quando ela saía da escola. O policial militar, de acordo com a Polícia Civil, é suspeito de levar a menina para o veículo e praticar atos libidinosos, mediante ameaça com arma de fogo.

O policial militar, que não teve o nome revelado, também é investigado na DCA em outros procedimentos que apuram outro crime de estupro de vulnerável contra uma adolescente de 13 anos, bem como armazenamento de material pornográfico envolvendo possíveis adolescentes.

A prisão foi realizada através de cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Juízo Criminal da Comarca de Parnamirim, sendo o homem encaminhado ao sistema prisional. Anteriormente, o policial exerceu atividades no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) e no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Fonte: G1RN

[segurança] No RN, bombeiro é procurado suspeito de ajudar quadrilha de roubo a bancos


Um soldado do Corpo de Bombeiros Militar está sendo procurado suspeito de dar apoio logístico a uma quadrilha especializada em roubo a bancos que atua no Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Civil, o suspeito alugou dois imóveis que estavam sendo usados pelos criminosos.

"Já está apurado e comprovado que o bombeiro locou dois imóveis e está sendo procurado em situação de flagrante”, explicou o delegado da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado, Odilon Teodósio. O suspeito tem oito anos de corporação, de acordo com a Associação de Cabos e Soldados do Corpo de Bombeiros.

Em um dos imóveis alugados pelo bombeiro foram apreendidas armas de grosso calibre na tarde desta quinta-feira (13), como fuzis, espingardas e até mesmo granadas. A casa fica na praia de Búzios, em Nísia Floresta, litoral Sul potiguar.

A Polícia Civil confirmou que o local servia de base para a mesma quadrilha que tentou assaltar o carro forte em Nova Parnamirim nesta quinta-feira (13), que terminou com uma refém e um criminoso mortos. O grupo criminoso também teria participado do assalto ao carro-forte em São Pedro, na terça-feira (11).

Ainda segundo a Polícia Civil, uma outra célula da quadrilha também é investigada pelo roubo aos malotes do carro-forte no shopping Midway, que aconteceu no começo de junho. “Nós encontramos muitos cartuchos de calibre 762. Essas armas passarão por comparações balísticas para buscarmos semelhanças e mantermos o pessoal preso”, disse o delegado Odilon.

Apreensão

De acordo com o comandante interino do 3º Batalhão da PM, capitão Nailton, os policiais realizavam patrulhamento de rotina nesta quinta-feira (13) e receberam informação da localização de um veículo roubado, após a vítima ter conseguido identificar o autor desse crime.

No local, além do carro roubado, os policiais militares acabaram localizando um verdadeiro arsenal. Foi apreendido um fuzil Ruger, dois fuzis HK47 calibre 762, uma espingarda calibre 12, uma carabina calibre ponto 40, um fuzil adaptado para pistola e uma pistola calibre ponto 40.

Além disso, foram apreendidas três granadas e dezenas de munições de calibres 762, ponto 40 e 9mm. Os policiais encontraram ainda quatro coletes balísticos, rádios comunicadores, máscaras de gás e artefatos explosivos.

[segurança] Mulher baleada durante ataque a carro-forte na Grande Natal morre em hospital


A cabeleireira e barbeira Micaela Ferreira Avelino, de 26 anos, morreu no Hospital Walfredo Gurgel, no início da noite desta quinta-feira (13). A jovem foi baleada na cabeça durante um ataque a carro-forte na avenida Abel Cabral, em Nova Parnamirim, durante a tarde.

Micaela tinha sido socorrida em estado grave e levada para a unidade hospitalar. O hospital, no entanto, confirmou a morte às 18h48. Além de Micaela, um dos criminosos envolvidos no assalto também foi baleado e morreu ainda no local.

De acordo com o Comando do Policiamento Metropolitano da Polícia Militar, os assaltantes estavam em um veículo modelo Duster. Eles entraram em um shopping na esquina da Abel Cabral com a avenida Ayrton Senna e ficaram aguardando a chegada dos vigilantes com os malotes.

Quando os vigilantes chegaram, os criminosos pegaram pessoas como reféns. Um deles sai com a mulher como refém de dentro de uma barbearia e então na troca de tiros os dois foram baleados.

Familiares de Micaela contaram que a barbearia que a jovem trabalhava havia mudado para o shopping recentemente, pois tinha sido alvo de assaltantes no antigo ponto.

[segurança] Prova escrita do concurso público para agente penitenciário acontece próximo domingo

A prova escrita objetiva do concurso público para preenchimento de 571 (quinhentas e setenta e uma) vagas para o cargo de Agente Penitenciário – Nível I da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte (SEJUC/RN) – será aplicada neste domingo (16), em Natal e Mossoró. No total, 14.049 candidatos estão habilitados, sendo 9.228 do sexo masculino e 4.761 do feminino.

A prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por 100 (cem) questões, distribuídas nas seguintes disciplinas: Administração Pública; Direito Administrativo; Direito Constitucional; Direito Penal; Direitos Humanos e Tratamento Penal; Regime Jurídico, Estatuto dos Servidores, Estatuto dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte; Ética Profissional; Informática; Lei de Execução Penal e Língua Portuguesa e Redação Oficial.

Estão sendo destinadas 451 (quatrocentas e cinquenta e uma) vagas para o sexo masculino e 120 (cento e vinte) ao sexo feminino. O concurso visa selecionar candidatos com atributos intelectual, físico, psicológico e social necessários ao desempenho das atividades do cargo de Agente Penitenciário – Nível I.

O concurso será realizado em seis fases: prova escrita objetiva de múltipla escolha; teste de aptidão física; avaliação de aptidão psicológica vocacionada; exame toxicológico; investigação social do candidato e Curso de Formação de Agente Penitenciário – a ser realizado pela Escola Penitenciária do Estado do Rio Grande do Norte.

As informações sobre os locais de provas, bem como os cartões de confirmação dos candidatos estão disponíveis no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – IDECAN: www.idecan.org.br

[cotidiano] Médico tem que parar de fingir que trabalha, diz ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, defendeu nesta quinta-feira (13) a adoção de biometria em todas as unidades de saúde e de um “padrão de produtividade” para fiscalizar o trabalho de profissionais que atuam no SUS, em especial os médicos.

“Vamos parar de fingir que pagamos o médico e o médico parar de fingir que trabalha”, disse. “A biometria do funcionário vai permitir que essas pessoas cumpram o contrato que fizeram com o poder público”, afirmou.

Segundo o ministro, é preciso também estabelecer metas de desempenho para que as prefeituras possam fiscalizar o trabalho dos médicos, como tempo destinado às consultas, por exemplo. “Vamos estabelecer metas, e quem estiver abaixo do seu desempenho, vai ser chamado a aumentar sua produtividade.”

Ele cita como exemplo o parâmetro da OMS (Organização Mundial de Saúde), que prevê cada consulta dure cerca de 15 minutos. “Hoje o médico vai lá, faz quatro horas de concurso e marca 16 consultas. Ele faz cinco minutos de consulta e vai embora. Queremos o médico no tempo que concursou”, disse.

Em uma declaração polêmica, Barros afirmou ainda que muitos pacientes buscam diretamente o pronto-socorro dos hospitais porque médicos não cumprem a carga horária contratada nas unidades básicas de saúde, que deveriam responder pelo primeiro atendimento.

“O grande problema de saúde é que não conseguimos fazer com que o médico fique quatro horas na unidade de saúde. A pessoa que tem problema vai diretamente no hospital, porque lá ele sabe que vai estar o médico”, disse.

De acordo com Barros, cerca de 50% dos médicos que trabalham em municípios onde há biometria pedem demissão. “Tenho 100 horas contratadas, eles fazem 30. Se metade for embora e a outra metade cumprir as quatro horas, estamos aumentando a disponibilidade de médicos para a população”, disse, citando o fato de que a maioria têm mais de um emprego e, com isso, não consegue cumprir a jornada.

“Eles têm quatro, cinco empregos e não dão conta de cumprir o horário. Trabalha um pouquinho e faz de conta que está tudo certo. Vamos ter que parar um salário justo aos médicos e exigir que estejam lá à disposição da população”, completa.

Ainda segundo o ministro, o governo já publicou um credenciamento para selecionar empresas de informática para informatizar e ter a oferta de biometria nas unidades de saúde até 2018. O custo deve ser dividido entre União e municípios.

Essa não é a primeira crítica do ministro ao trabalho dos médicos. Nos últimos meses, o ministro entrou em atrito com entidades como o CFM (Conselho Federal de Medicina) após afirmar que os médicos brasileiros não mostram disposição para o trabalho. Na época, o conselho reagiu afirmando que o ministro demonstra “desconhecimento da dedicação dos médicos brasileiros na assistência à população” e “ignora os esforços despendidos por estes profissionais.”

Fonte: Folhapress

[política] Câmara marca para 2 de agosto votação em plenário de denúncia contra Temer

Após reunião com os líderes partidários, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu nesta quinta-feira (13) marcar para o dia 2 de agosto a votação em plenário da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou nesta quinta parecer recomendando a rejeição da denúncia. Antes, os deputados rejeitaram um primeiro parecer, que recomendava o prosseguimento da acusação.

No entanto, cabe ao plenário a palavra final sobre se autoriza ou não o Supremo Tribunal Federal (STF) a analisar a acusação feita pela Procuradoria Geral da República com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS.

“Ouvindo os líderes, houve acordo na data do dia 2 de agosto às 9h da manhã, tanto a base quanto oposição entenderam que é a melhor data”, disse Maia.

O presidente da Câmara afirmou que estava disposto a colocar a denúncia em votação já na próxima segunda-feira (17), mas, por ser véspera do início do recesso parlamentar, os líderes observaram que não haveria quórum suficiente.

“Eu estava disposto a votar na segunda-feira, mas houve consenso que no dia 2 de agosto há uma clareza de quórum e que a gente consegue votar”, disse Maia.

Fonte: G1

[política] A lista de Eduardo Cunha vai revelar mais 'podres' da política brasileira

Parte da delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba desde outubro do ano passado, já foi aceita pelo Ministério Público Federal. E é nela que reside a revelação que mais assombra seus ex-colegas da Câmara: a lista dos que receberam dinheiro para votar a favor da abertura do processo de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff.

Cunha não se limitou a dar os nomes – a maioria deles do PMDB. Citou as fontes pagadoras e implicou o presidente Michel Temer. Reconheceu que ele mesmo em alguns casos atuou para que os pagamentos fossem feitos. Contou o que viu e acompanhou de perto e o que ficou sabendo depois. Não poupou nem aqueles deputados considerados mais próximos dele. Teve uma razão especial para isso.

É o troco que dá aos que antes satisfizeram suas vontades e depois o abandonaram quando mais precisou da ajuda deles. Cunha foi do céu ao inferno num período de 17 meses. Eleito presidente da Câmara em primeiro turno no dia 1 de fevereiro de 2015 com 267 votos de um total de 513, acabou cassado no dia 12 de setembro do ano seguinte por 450 votos. Somente 10 deputados votaram por sua absolvição.

Tanto Cunha quanto o Ministério Público têm pressa em fechar acordo em torno do restante da delação. Se isso ocorrer, ela poderá servir de base para uma nova denúncia contra Temer. Ou, no mínimo, para provocar um terremoto na base de sustentação do governo no Congresso, fragilizando-o ainda mais. Temer já foi informado a respeito e reagiu com tranquilidade.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

[publicidade] Loteamento Verde Ville recebe suas primeiras construções imobiliárias


O novo loteamento planejado de Apodi começa a receber os novos proprietários que iniciaram a construção das suas residências. Ao todo são mais de 288 lotes com cerca de 50% já vendido.

Administrado pela MN Imóveis o Verde Ville é 100 % legalizado e pode ser negociado com parcelas a partir de R$ 197,91.

O novo Bairro planejado de Apodi está localizado na Zona Norte da cidade, vizinho ao Bairro Pequé.

O empreendimento conta com uma mega infraestrutura de Pórtico de Entrada, Rede de Água, Rede Elétrica, Pavimentação, Praça, Parque Infantil, Espaço para Creche, Espaço para Posto de Saúde, Posto Policial, Pista de Cuper e Campo de Futevôlei.

Para adquirir um lote é fácil e rápido. Sem consulta ao SPC e ao SERASA. Após a assinatura do contrato já é possível da início a construção de sua residência. Contacte os nosso revendedores através do fone (84) 9.9182-9527, (84) 9836-6484 ou ainda 3391-2745 e 9849-0111.

[política] Governador desiste de fechar hospitais após repercussão negativa

O Governo do Estado assinou um acordo com o Ministério Público Estadual para fechar sete hospitais no interior do Rio Grande do Norte, nos seguintes municípios: Acari, Angicos, Apodi, Canguaretama, Caraúbas, São Paulo do Potengi e João Câmara. 

Após uma ampla repercussão negativa, mobilização de alguns políticos e mais ainda da sociedade, o Governador Robinson Faria (PSD) declarou que as unidades hospitalares não serão fechadas. 

“O TAC não determina o fechamento, mas um estudo de redefinição do perfil das unidades. Não vamos fechar”, disse Robinson. 

Do Blog: O divulgado oficialmente foi que as unidades hospitalares serão fechadas e transformadas em unidades básicas de saúde.

[política] 'Constrangimento', diz deputado estadual do RN sobre usar tornozeleira eletrônica


Após cumprimento de mandado de prisão, o deputado estadual Dison Lisboa, condenado a cinco anos e oito meses e que cumpre pena no regime semiaberto, está de volta às atividades na Assembleia Legislativa. Nesta quarta-feira (12), ele falou pela primeira vez sobre trabalhar na casa legislativa usando uma tornozeleira eletrônica. "Há um constrangimento, é natural, não vou negar. Mas estou tranquilo e confiando na Justiça", disse o parlamentar, em entrevista à Inter TV Cabugi.

A condenação do deputado Dison é por apropriação de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio, quando era prefeito de Goianinha. Ele chegou a ser preso no dia 1º de julho, ficando detido no quartel do Comando Geral da Polícia Militar para cumprimento da sentença, mas recebeu tornozeleira eletrônica e deixou a unidade no dia 4.

Essa é a primeira vez na história que um preso condenado no regime semiaberto e usando tornozeleira eletrônica exerce mandato na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. "Não posso dizer que é um momento fácil, mas estou muito tranquilo, com a consciência tranquila e acreditando na Justiça", comentou.

O parlamentar também se defendeu das acusações que lhe renderam a condenação. Ele alega que os recursos da feira de Goianinha eram registrados e contabilizados pela Prefeitura, sendo usados para pagamentos de coordenadores, fiscais, agentes de trânsitos e atendimento aos feirantes, bem como para manutenção dos serviços e também eram transformados em ajuda a pessoas carentes, para pagamentos de contas de água, luz, gás e aluguéis sociais.

"Tudo era acompanhado por assistentes sociais que comprovavam que aquelas pessoas precisavam receber os recursos", afirma.

[segurança] Suspeito de assalto é morto e PM baleado na perna na Zona Norte de Natal

Um homem suspeito de assalto foi morto a tiros e um policial militar baleado na perna após uma abordagem na madrugada desta quinta-feira (13) na Zona Norte de Natal.

De acordo com a PM, a troca de tiros aconteceu na avenida Boa Esperança, no conjunto Vale Dourado, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação.

O tiroteio aconteceu após três homens suspeitos não atenderem às ordens de parada dos policiais e atirarem contra eles. O suspeito atingido morreu no local e os outros dois foram presos em flagrante.

O policial que ficou ferido foi socorrido para o Hospital Santa Catarina e passa bem.

[política] Jean Wyllys diz que Moro se baseou nos 9 dedos de Lula para condenação



Deputado federal Wyllys(PSOL) divulgou vídeo nessa quarta-feira(12) insinuando que o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente Lula a nove anos e meio de prisão por causa dos nove dedos do petista. O parlamentar não poupou críticas a “República de Curitiba”, e ao magistrado.

[política] PGR vai recorrer contra devolução de mandato de Aécio Neves

Tão logo acabe o recesso, a PGR vai recorrer contra a decisão de Marco Aurélio Mello que devolveu o mandato de Aécio Neves.

Marco Aurélio decidiu sozinho, 11 dias após afirmar por escrito que não deveria rever decisão de Edson Fachin monocraticamente.

Fonte: Lauro Jardim – O Globo

quarta-feira, 12 de julho de 2017

[polícia] Homem é preso acusado de tráfico de drogas em Apodi

Na manhã de hoje (12) a guarnição comandada pelo sargento Xavier, cabo Gerliano e Soldado George, prenderam em flagrante delito LUIZ THALES SOARES DE SOUSA conhecido por "Juninho de Edileuza" acusado de Tráfico de Entorpecentes, Posse ilegal de arma e Violência Doméstica Contra Mulher.

Inicialmente a vítima "POLYANA RAVENA" registrou um boletim de ocorrência relatando atos de violência doméstica praticada pelo companheiro, que em posse de um facão teria lesionado a vitima na altura do pescoço.

Apos receber a denúncia a guarnição comandada pelo SGT Xavier se dirigiu até a residência do acusado, localizada no sitio Baixa Fechada onde foi realizada uma revista e dentro da residência do acusado foi encontrado 01 (uma) Espingarda "Bate Bucha", munições (espoleta e chumbo), 02 (dois) Cartuchos calibre "36", Maconha, 91 (noventa e uma) grama de "Cocaína", 01 (uma) Pé de Maconha, 440 reais e 01 (um) facão utilizado para lesionar a vítima.

Após a constatação dos crimes o acusado recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Apodi para lavratura do procedimento flagrância pelo Delegado Renato Oliveira.

Luis Thales Soares de Sousa ficará recolhimento no Centro de detenção provisória de Apodi à disposição da justiça.

Fonte: RadarApodiense

[política] Temer diz a deputados que, se cair, Maia e Eunicio serão os próximos

Por votos, o presidente Michel Temer tem dito a parlamentares aliados que, se deixar a Presidência da República, os próximos alvos da Procuradoria-Geral da República serão Rodrigo Maia, presidente da Câmara, e Eunicio Oliveira, presidente do Senado.

O discurso de Temer para os deputados, em conversas reservadas nos últimos dias, é que o Ministério Público, comandado por Rodrigo Janot, "persegue a classe política" e quer que a Presidência da República seja comandada por Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal. 

Isto porque, se Maia e Eunicio caírem, caberá, pela linha sucessória, a presidente do STF assumir a Presidência. 

Porém, em seus relatos aos parlamentares, Temer omite que a lei só permite que presidentes sejam investigados por crimes cometidos no mandato atual.

Antes da delação da JBS, o próprio presidente já havia sido delatado pela Odebrecht- mas não foi objeto de ação pela procuradoria, que sequer pediu abertura de inquérito porque os supostos crimes foram cometidos antes de assumir a presidência. 

Ele só foi denunciado porque foi gravado por Joesley Batista, já como presidente, numa conversa em que, segundo a procuradoria, indicava o cometimento de crimes. E porque, depois, o homem que ele indicou para resolver as pendências da J&F foi pego numa ação controlada recebendo 500 mil que a PGR diz que eram para Temer.

Com o discurso, o presidente Temer apela aos deputados com uma espécie de instinto de sobrevivência para derrubar a denúncia contra ele por corrupção passiva na Câmara.

[política] PMDB decide punir deputados que votarem a favor da denúncia contra Temer

Os dirigentes do PMDB decidiram na manhã desta quarta-feira (12), durante reunião da executiva do partido, fechar questão contra a denúncia de corrupção apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente MIchel Temer, informou por meio do Twitter o presidente da legenda, o senador Romero Jucá (PMDB-RR). A bancada do PSD também anunciou voto contrário à continuidade da denúncia.

Com a decisão, os deputados peemedebistas que votarem a favor da possibilidade de o Supremo Tribunal Federal (STF) analisar a denúncia poderão sofrer punições por parte do PMDB, como advertência ou até mesmo expulsão.

"A Executiva do PMDB fecha questão contra a denúncia ao presidente Temer", escreveu Jucá em sua página pessoal no Twitter.

A decisão é inédita na história do partido e foi tomada por unanimidade pelos parlamentares da Executiva. Aqueles que a descumprirem serão suspensos por 90 dias. "O partido tomou a decisão por unanimidade pra enfrentar esse absurdo que está se dando na Câmara por uma fato que não existe", afirmou Jucá.

De acordo com o senador, ela terá validade já para a votação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e no plenário da Câmara, onde corre o processo contra Temer, mas não punirá quem foi contra a posição do partido em votações anteriores.

"Toda manifestação é a partir de hoje. Nós não estamos fazendo nenhum tipo de ação ou punição pretérita, nós estamos discutindo posicionamento daqui pra frente", afirmou Jucá.

De acordo com o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), os deputados que não acompanharem a decisão do partido sofrerão as penalidades, que variam de suspensão de direitos a expulsão do partido. "Os deputados que não acompanharem a decisão do partido de fechar questão terão penalidades, que começarão com a suspensão de suas atividades partidárias", disse.

"Está na hora, sim, do PMDB exigir cumprimento de seu estatuto, das suas ideais e acompanhar o momento e transformação que o país vive liderado pelo presidente Michel."

[economia] Bovespa dispara após condenação do ex-presidente Lula

O principal índice da bolsa de valores de São Paulo disparou com a notícia da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Ibovespa, que avançava 0,25% em torno de 13h15, passou a subir mais de 1% por volta das 14h, quando a informação foi divulgada.

O efeito foi semelhante no mercado de câmbio. O dólar, que já caia para cerca de R$ 3,23, despencou para a casa dos R$ 3,21 quando a informação foi divulgada.

Antes da notícia da condenação de Lula, o mercado refletia a aprovação da reforma trabalhista nesta terça-feira no Senado.

Última sessão

Na véspera, o Ibovespa avançou 1,28%, aos 63.838 pontos. Apesar da alta acima de 1% pelo segundo dia seguido, operadores dizem que ainda é cedo para afirmar que o mercado entrou em uma tendência de alta.

[política] Lula fica inelegível após condenação no caso triplex? Entenda

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado nesta quarta-feira (12) no caso do triplex no Guarujá (SP). De acordo com a denúncia, a OAS pagou R$ 3,7 milhões em propina a Lula por meio da entrega e reforma do imóvel, além do armazenamento do acervo presidencial. O ex-presidente nega ser dono do imóvel e ainda pode recorrer.

Com essa condenação, o ex-presidente fica inelegível, ou seja, impedido de se candidatar à Presidência ou a outro cargo em 2018?

A Lei da Ficha Limpa impede a candidatura de condenados por uma decisão colegiada, ou seja, por mais de um julgador. Lula foi condenado em primeira instância por apenas um magistrado, o juiz Sergio Moro. Por isso, ainda não está inelegível.

E a defesa ainda pode recorrer ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde um grupo de desembargadores vai decidir se mantém a sentença ou se o absolve. O nome dessa decisão colegiada é acórdão.

Pedro Horta, especialista em direito eleitoral do Dorta & Horta Advogados, explica que a Lei da Ficha Limpa barra apenas candidatos com condenação em segunda instância. “Se ele tiver uma condenação em primeira instância, só pelo juiz Moro, ele pode ser candidato”, afirma.

Mesmo uma condenação em segunda instância não impede automaticamente que Lula concorra à Presidência no próximo pleito, a depender de quando essa decisão for tomada.

Se o caso for julgado pelo TRF-4 antes da eleição, Lula corre risco de ter o registro de candidatura negado. Já se o TRF-4 só julgar o processo após o prazo para registro de candidaturas, Lula poderá tanto ter o registro cassado como concorrer sub judice (pendente). “Ele é votado, mas não aparece a votação até julgar o recurso para manter ou não a candidatura como válida. Aí, quando chegar a fase de diplomação, pode ser que não seja diplomado ou reverta”, explica Horta.

Já se a condenação ocorrer após a diplomação, a lei prevê que o diploma seja declarado nulo, se já expedido. “Mas, no caso de presidente da República, a Constituição Federal prevê a suspensão do processo”, afirma Horta. “Teríamos então a hipótese de presidente apenado ocupando o cargo.”

[política] Lula é condenado na Lava Jato no caso do triplex


O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no processo que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele foi condenado a nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além de Lula, outras seis pessoas foram condenadas no mesmo processo.

A sentença foi publicada nesta quarta-feira (12). Veja a íntegra da decisão de Moro.

“A prática do crime de corrupção envolveu a destinação de R$ 16 milhões a agentes políticos do Partido dos Trabalhadores, um valor muito expressivo”, diz um trecho da sentença.

“O condenado recebeu vantagem indevida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes”, diz Moro no texto da decisão

Além de Lula, outras seis pessoas foram envolvidas nesta ação penal. Veja abaixo as acusações contra cada réu.

•Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
•Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS: corrupção ativa e lavagem de dinheiro
•Paulo Gordilho, arquiteto e ex-executivo da OAS: lavagem de dinheiro
•Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula: lavagem de dinheiro
•Agenor Franklin Magalhães Medeiros, ex-executivo da OAS: corrupção ativa
•Fábio Hori Yonamine, ex-presidente da OAS Investimentos: lavagem de dinheiro
•Roberto Moreira Ferreira, ligado à OAS: lavagem de dinheiro

[política] Sete desembargadores do RN alegam suspeição para votar afastamento de deputado

O Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte não apresentou quórum suficiente para votar o afastamento do deputado Ricardo Motta (PSB) da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (12). Dos 15 desembargadores, 7 alegaram suspeição. Para tomar uma decisão, o colegiado precisaria de pelo menos metade dos votos mais um - total de nove.

O pleno vai convocar um juiz potiguar para compor a votação na próxima sessão colegiada e garantir o quórum mínimo. O sorteio deve ocorrer nesta quinta-feira (12), segundo a assessoria do TJRN. Por enquanto, vale a decisão inicial que mantém Motta fora da Assembleia por seis meses.

Os desembargadores que alegaram suspeição foram: Expedito Ferreira, Amaury Moura, Judite Nunes, Claudio Santos, João Rebouças, Saraiva Sobrinho e Virgílio Macedo.

Ricardo Motta foi afastado no dia 8 de junho do cargo parlamentar na Assembleia Legislativa por decisão do desembargador Glauber Rêgo. O pleno votaria nesta quarta pela manutenção ou suspensão dessa resolução.

Além de afastado do cargo, Motta foi proibido de acessar a sede do Legislativo por 180 dias, bem como manter contato com testemunhas de acusação e com os colaboradores que firmaram acordo com o Ministério Público. O parlamentar também não pode deixar Natal por mais de 15 dias sem avisar à Justiça. Ele continua recebendo salário.

Motta foi denunciado pelo Ministério Público do Estado após a Operação Candeeiro, que desbaratou uma suposta quadrilha que desviou R$ 19 milhões do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). Desse total, o deputado teria ficado com a maior parte: R$ 11 milhões.

O Ministério Público fez o pedido pelo afastamento do parlamentar para garantir a "ordem pública" e para facilitar as investigações. Ele foi acatado pelo desembargador, que reforçou que isso não significa uma antecipação do julgamento do mérito.

Na decisão, o relator do processo observa que: “no caso concreto, considero que foram demonstrados a materialidade e os indícios da autoria delitiva e/ou de participação do Deputado investigado (fumus comissi delicti) no esquema de desvio de verbas públicas no âmbito do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, que importou no gigantesco prejuízo ao erário estadual de mais de R$ 19.000.000,00 (dezenove milhões de reais), mediante liberação de pagamentos, por meio de ofícios, cujas despesas correlatas inexistiam, e que supostamente foi o beneficiário de uma quantia aproximada de R$ 11.000.000,00 (onze milhões de reais), representando 60% (sessenta por cento) dos valores rastreados na operação Candeeiro”. Segundo a denúncia, Motta recebia o dinheiro em mãos e em espécie.

A defesa do deputado argumentou que a medida requerida pelo Ministério Público abrangia fatos anteriores à atual legislatura e é única e exclusivamente baseada na palavra de delator Gutson Reinaldo Giovanny, ex-diretor administrativo do Idema.

Suspeição

Ao alegar suspeição, um magistrado se declara impedido de julgar um processo por ter vínculo familiar ou de amizade com uma das partes envolvidas.

[política] TJRN rejeita denúncia contra deputado que admitiu 'deslize' ao contratar 'fantasma'

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte rejeitou, por seis votos a três, o recebimento de uma denúncia contra o deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM), suspeito de empregar um servidor fantasma na Assembleia Legislativa. O caso veio à tona em março de 2016. Na ocasião, o deputado confirmou que empregava em seu gabinete um homem que mora em São Paulo.

Autor da denúncia, o Ministério Público do Estado poderá recorrer da decisão. Caso contrário, o processo será arquivado e o parlamentar não se tornará réu.

A votação pela aceitação ou não da denúncia foi retomada nesta quarta-feira (12), após um pedido de vistas feito pelo desembargador Cornélio Alves. A discussão havia começado no dia 5, quando o relator, desembargador Ibanez Monteiro, votou pelo recebimento. Ele foi acompanhado por Gilson Barbosa.

Depois a semana de vistas, Cornélio Alves votou contrário ao relatório. Após a abertura das divergências, apenas a desembargadora Judite Nunes votou favorável à aceitação.

Além de Cornélio Alves, votaram contra a aceitação os desembargadores Saraiva Sobrinho, Cláudio Santos, Vivaldo Pinheiro, Zeneide Bezerra e Dilermando Motta.

O deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) admitiu em entrevista a irregularidade de um cargo comissionado lotado em seu gabinete. Ele reconheceu que o funcionário Sandoval Martins, que mora em São Paulo, recebia salário de R$ 2,3 mil da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, mas que quem realmente prestava serviço para o parlamentar era o pai do próprio funcionário, um médico ortopedista. "O pai prestava um serviço de alto nível à população, apesar de ser, confessadamente, uma coisa irregular. Nós não podemos esconder eventuais deslizes", declarou Getúlio à Inter TV Cabugi.

Ainda em 2016, o então procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, pediu autorização ao Tribunal de Justiça para investigar o parlamentar. Com a permissão concedida, a denúncia por peculato foi entregue em março deste ano. Porém, antes mesmo do julgamento, os magistrados precisariam acatá-la ou não. Além de outras sanções, o Ministério Público pedia que o deputado devolvesse R$ 85.692,01ao erário público.

[política] Ex-Secretário Municipal de Tributação de Felipe Guerra é alvo de investigação criminal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) por meio do 2º Promotor de Justiça da Comarca de Apodi, resolvou instaurar o presente Procedimento Investigatório Criminal para apurar eventual prática do crime de Atestado Ideologicamente Falso, emitido pelo então Secretário Municipal de Tributação de Felipe Guerra, no ano de 2011.

O fato é atribuído a Jair Miranda Ramalho que esteve no exercício do cargo de Secretário Municipal de Tributação do município.

[política] Processo Seletivo para agente de saúde de Grossos deve ser anulado

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) verificou irregularidades no edital para realização de processo seletivo simplificado para contratação temporária de pessoal para o cargo de agente comunitário de saúde do município de Grossos. Em recomendação remetida à Prefeitura, a Promotoria de Justiça solicita que seja anulado imediatamente o processo seletivo e que o edital seja reformulado. Tais medidas devem ser comprovadas ao MPRN no prazo de 10 dias.

Dentre as irregularidades dispostas no edital, o MPRN destaca a realização de entrevistas sem espelho objetivo de avaliação e com notas baseadas em critérios subjetivos, vagos e imprecisos. A recomendação chama atenção também para a exigência de que o candidato possua residência no município há pelo menos cinco anos. Segundo o documento, este ponto é ilegal e irrazoável, além de atentar contra o princípio da isonomia. O MPRN requer que esses pontos sejam retirados do edital.

A recomendação reforça que, segundo a Constituição Federal, não é mais aceitável “a prática de atos de gestão com natureza secreta, especialmente no campo dos processos seletivos para admissão de pessoal, cujos atos e fases não podem ocorrer sem pleno conhecimento da sociedade, haja vista o propósito de se garantir a ampla concorrência entre os participantes e também a isonomia do certame”.

O novo edital deve ser publicado, na íntegra, no Diário Oficial do Município e disponibilizado no site da Prefeitura de Grossos, além de todas as fases e atos do certame, inclusive gabaritos, abertura de prazo para recursos e a reabertura do prazo de inscrições.

Em caso de não acatamento da recomendação, o MPRN poderá adotar todas as medidas judiciais por meio de Ação Civil Pública com pedido de liminar, com aplicação de multa pessoal ao gestor, a fim de assegurar o cumprimento da lei.

Confira aqui a íntegra da recomendação.

[política] Ex-prefeito de Apodi é alvo de mais três Inquéritos do Ministério Público

O Ministério Público, do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do 2º Promotor de Justiça da Comarca de Apodi, resolveu instaurar Inquérito Civil para apurar supostas práticas de improbidade administrativa, consistente em compras excessivas por dispensa de licitação, solicitadas pelas Secretarias Municipais de Agricultura e de Urbanismo, no valor total de R$681.689,49 (seiscentos e oitenta e um mil e seiscentos e oitenta e nove reais e quarenta e nove centavos), praticada pelo então Prefeito de Apodi/RN, no exercício financeiro de 2016; Apurar supostos atos de improbidade administrativa consistentes em dispensas indevidas de licitações, formalizadas nos processos n° 1092 e 1093/2016, e pagamentos em duplicidade de diárias destinadas aos servidores lotados na Secretaria Municipal de Assistência Social de Apodi, no exercício financeiro de 2016; E apurar suposto ato de improbidade administrativa consistente na frustração do procedimento licitatório Tomada de Preços nº 0005/2016, realizado pela Prefeitura Municipal de Apodi, cujas obras teriam se iniciado antes da publicação do resultado final do certame.

Os fatos são atribuídos a Flaviano Moreira Monteiro, ex-prefeito do município.

O Inquérito ainda faz parte da série de denúncias feito pela equipe de transição do governo de Alan Silveira que tem como representantes Antonio de Souza Maia Junior, Genilson Pereira Gurgel e Francisco Elmo Alves Tôrres.

As cópias dos processos licitatórios também foram enviados as empresas que prestaram serviços ao município e aos ex cargos comissionados que foram acusados de receberem possíveis pagamentos em duplicidade.

O promotor responsável pelo caso é Roberto Cézar Lemos de Sá Cruz o Promotor de Justiça Substituto - 2ª Promotoria de Justiça de Apodi.

[política] PTistas que atrapalharam votação no senado receberam propinas


[política] Fátima vira chacota na internet


Após tentar um “gópi” contra a Reforma Trabalhista no Senado, a senadora Fátima Bezerra (PT) teve sua foto com um gigante pedaço de carne na boca espalhada pelas redes sociais. A petista virou chacota. Comentários como “nunca a convidem para almoçar” foram os mais leves.

[economia] Veja didaticamente o que muda para empresários e empregados com a reforma trabalhista aprovada

O Senado aprovou nesta terça-feira (11) a reforma trabalhista de Michel Temer, uma ampla revisão das leis que regem da contratação à demissão de pessoas.

O texto está pronto para ser sancionado pelo presidente. A vitória na aprovação de uma das principais bandeiras do governo foi um alívio para o peemedebista em meio à crise política deflagrada pela delação da JBS e que levou Temer a ser denunciado por corrupção pela Procuradoria-Geral da República.

As novas regras entram em vigor 120 dias após a publicação da lei no Diário Oficial da União.

Para sindicatos e associações de juízes, procuradores e advogados do trabalho, a reforma leva à precarização do mercado de trabalho ao aumentar a insegurança de profissionais e retirar direitos estabelecidos na CLT. Eles afirmam também que o projeto tem uma série de previsões inconstitucionais.

Já as entidades patronais apoiam as mudanças. Para empresários, a reforma moderniza a legislação trabalhista ao promover maior flexibilidade nas modalidades de contratação e demissão, assim como ao dar mais poder para a negociação entre sindicato e empresa, que poderão a partir de agora se sobrepor à CLT.

Veja as principais mudanças para trabalhadores e empresas que devem ocorrer com a promulgação da reforma.

ACORDOS E CONVENÇÕES COLETIVAS

Negociação vai prevalecer sobre a CLT quando tratar de temas como jornada, intervalo para almoço e plano de cargos, salários e funções

Poderá ser negociado

> Organização da jornada de trabalho
> Banco de horas individual
> Intervalo intrajornada
> Plano de cargos, salários e funções
> Regulamento empresarial
> Representante dos trabalhadores no local de trabalho
> Teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente
> Remuneração por produtividade, gorjetas e remuneração por desempenho individual
> Modalidade de registro de jornada de trabalho
> Troca do dia de feriado
> Enquadramento do grau de insalubridade
> Prorrogação de jornada em ambientes insalubres sem licença prévia do Ministério do Trabalho
> Prêmios de incentivo em bens ou serviços
> Participação nos lucros ou resultados da empresa

Não poderá ser negociado

>Normas de identificação profissional e anotações na Carteira de Trabalho
> Direito a seguro-desemprego
> Salário-mínimo
> Remuneração adicional do trabalho noturno
> Valor nominal do décimo terceiro salário
> Repouso semanal remunerado
> Remuneração do serviço extraordinário superior à do normal em no mínimo 50%
> Número de dias de férias devido ao empregado
> Gozo de férias anuais remuneradas
> Licença-maternidade com a duração mínima de 120 dias e licença-paternidade
> Aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, com mínimo de 30 dias
> Normas de saúde, higiene e segurança do trabalho
> Adicional de remuneração para atividades insalubres, penosas ou perigosas
> Seguro contra acidentes de trabalho
> Restrições ao trabalho de crianças e adolescentes
> Igualdade de direitos entre o trabalhador com vínculo empregatício permanente e o trabalhador avulso
> Liberdade de associação profissional ou sindical do trabalhador
> Direito de greve

Vejam todas as outras mudanças clicando: AQUI

terça-feira, 11 de julho de 2017

[segurança] Quadrilha explode carro-forte em cidade no interior do RN


Bandidos atacaram um carro-forte e explodiram o veículo, no final da tarde desta terça-feira (11), na rodovia estadual RN 203. O assalto aconteceu próximo à cidade de São Pedro do Potengi.

A informação foi confirmada pelo comandante do policiamento do interior da Polícia Militar, coronel Wellington Arcanjo.

A quadrilha, composta por pelo menos oito bandidos, teria atirado contra o carro-forte e conseguiu interceptar o veículo. Em seguida, retiraram os vigilantes e então explodiram o carro para ter acesso ao dinheiro.

No entanto, ainda não se sabe se os assaltantes conseguiram roubar os malotes e nem quanto teria sido levado. Várias equipes da Polícia Militar foram deslocadas para a região e realizam diligências para tentar localizar e prender os criminosos.

[educação] Inscrições para os cursos gratuitos do Pronatec vão até o dia 2 de agosto; 700 vagas no RN em 25 cursos técnicos

Os alunos do ensino médio na rede estadual de ensino podem se inscrever, até o dia 2 de agosto, para os cursos gratuitos oferecidos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os cursos são ofertados por meio da Escola Agrícola de Jundiaí da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EAJ). São ofertadas 700 vagas, distribuídas em 25 cursos técnicos.

Para se inscrever o estudante deve acessar o site www.pronateceajufrn.com.br e preencher a ficha inscrição. O resultado estará disponível na página no dia 04 de agosto.

Os cursos técnicos oferecidos para os alunos do ensino médio são: Agricultura, Agropecuária, Turismo, Mecânica, Moda, Modelagem do Vestuário, Administração, Eletromecânica, Logística, Fruticultura e Agroecologia. Tais cursos serão ofertados nas escolas localizadas nas cidades de Assu (11ª Direc), Governador Dix-Sept Rosado, Ipanguaçu, Macaíba, Patu, Monte Alegre, Mossoró, Natal, Passa e Fica, Presidente Juscelino, Santo Antônio, Senador Elói de Souza e Vera Cruz (2ª Direc).

O aluno deve escolher um curso que seja realizado em um turno diferente do que estuda no ensino médio. Nas turmas que tiverem mais inscritos do que vagas, será seguido o seguinte critério de seleção: alunos que cursam o primeiro ano do ensino médio; alunos que cursam o segundo ano do ensino médio; alunos que cursam o terceiro ano do ensino médio; ordem de inscrição.

[segurança] Operação do MP e PM prende chefe de facção fugitivo de Alcaçuz

Um homem apontado como um dos chefes de uma facção criminosa que atua no Rio Grande do Norte foi preso na manhã desta terça-feira (11), em Natal, durante uma ação conjunta realizada pelo Ministério Público Estadual e Polícia Militar. Segundo o MP, Iranilson dos Santos Silva, o Cicinho, foi preso por volta das 9h30 no bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul da cidade.

Ainda de acordo com o MP, Cicinho fugiu do Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga, o Pavilhão 5 de Alcaçuz, no dia 14 de janeiro deste ano, em meio às rebeliões que terminaram com a morte de 26 detentos.

“Ele era um dos criminosos mais procurados pelas forças de segurança pública do Rio Grande do Norte. Iranilson dos Santos Silva é considerado de altíssima periculosidade e já foi condenado a mais de 22 anos de prisão pela prática de vários crimes”, ressaltou o Ministério Público.

No momento da prisão, os policiais do Batalhão de Choque da PM constataram que Iranilson dos Santos Silva portava documento falso. O paradeiro dele chegou ao conhecimento do Gaeco por meio de denúncia anônima, repassada imediatamente aos policias do Batalhão de Choque, que efetuaram a prisão.

Iranilson dos Santos Silva será apresentado novamente ao sistema penitenciário, onde deve continuar o cumprimento da pena.

O Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) disponibiliza o telefone (84) 3606-8082 para que a população colabore com informações que possam levar criminosos à prisão.

[segurança] Bandidos roubam arma e colete de vigilante da Unicat em Natal

Dois homens armados realizaram um assalto na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), no bairro do Tirol, em Natal. Os criminosos renderam o vigilante que trabalhava no prédio, na tarde desta terça-feira (11), e roubaram a arma e um colete que ele usava.

A Unicat é responsável pelo abastecimento e distribuição de medicamentos à população do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Militar, os assaltantes estavam armados, inclusive, um deles portava uma arma longa.

A arma levada do vigilante foi um revólver, com seis munições. Policiais do 1º Batalhão da PM foram acionados logo após o roubo e realizam diligências para tentar localizar os suspeitos. Até o momento, ninguém foi preso.

[política] MP investiga Shows de "É o Tchan" e Jonas Esticado no Carnaval de Apodi


Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP-RN), através da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Apodi, cidade distante 342km da capital Natal, abriu inquérito civil para apurar supostas irregularidades identificadas nas contratações dos shows da banda “É O Tchan” e do cantor “Jonas Esticado”, realizados durante o Carnaval de 2017 na cidade.

A denúncia foi feita ao órgão fiscalizador por uma pessoa não-identificada e tem a Prefeitura Municipal de Apodi como alvo. Na Portaria Nº 0027/2017, a 2ª Promotoria de Justiça de Apodi atribui as explicações das denúncias de irregularidades ao prefeito da cidade, Alan Silveira, que cumpre mandato desde o início deste ano.

Como medidas iniciais, o Ministério Público pediu que a Prefeitura apresente cópia do procedimento licitatório (ou termo de dispensa de licitação) utilizado para contratar as bandas, dos contratos e dos processos administrativos de empenho, liquidação e pagamento emitidos em favor dos artistas mencionados. Foi dado um prazo máximo de 10 dias para a apresentação dos documentos.

A informação da abertura do inquérito civil foi publicada na edição desta terça-feira 11 do Diário Oficial do Estado (DOE).

[segurança] Caminhão carregado de abacaxi tomba em estrada do RN e homem morre


Um caminhão carregado de abacaxi tombou na rodovia estadual RN 093 que dá acesso à cidade de São José do Campestre, região Agreste potiguar. Um homem de 44 anos, identificado como Francisco dos Santos, morreu no acidente, na tarde desta segunda-feira (10).

A Polícia Militar confirmou que a vítima foi o próprio motorista do veículo, que tem placas de Caicó. O cabo Josélio Avelino informou ao G1 que o caminhão trafegava com destino ao município de São José do Campestre e o motorista teria perdido o controle.

"Tudo indica que ele perdeu o controle, não sabemos o motivo ainda, e acabou saindo da pista e tombando. Acreditamos que o motorista tenha sido arremessado da cabine, mas ficou com uma perna presa às ferragens", destaca o policial militar.